Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Texto Crú

Texto Crú

Cultivo da dor

por Paulo Vinhal, em 21.05.16

juliet-et-margaret.jpg

 

No calor intenso da manhã desenho na tua cara círculos e traços com um lápis preto. Sinto no teu pescoço e no teu peito nu as veias inchadas. Vejo no teu espírito afogado o sangue da carne. O génio que cultiva a dor e o carrasco que dorme, as bandeiras na borda da água e a ira dos homens, o vão que abriga a espada e os campos de milho. E lentamente, governado por estas mãos de que me vou esquecendo, recordo. Recordo-te a ti e a todos como tu, ainda bêbados pela manhã, amontoados entre o lixo dos quartos. Recordo os vómitos crus e os vestidos de malha, a minha esfera mental a vaguear por entre as paredes brancas e pelas fendas dos tetos.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D